whos.amung.us

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Andando em circulo

Inquietude... a alma berra
Um lacto vacilo vivo
O que fazer? 
Pra onde ir?
Fazer o quê?
Pra pqp
Relaxa
O mundo está perdido?
Viva! Viva!
A gasolina subiu
O salário diminuiu
E as crianças não tem nem o que comer
Pelo que vejo sempre foi assim
O que vale mesmo é o material
Quem quer saber o que eu sinto?



quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Sonetinho de fim de tarde

Me esperando... Ele estava ali plantado com a sinceridade. Nascendo flores do seu eu-lírico. E era terno, bonito e tinha um corpo que na minha concepção era o mais lindo que já vi. Não nasci pra habitar o mundo contemporâneo que rega a beleza física com pseudo-gotas-de-ouro. ainda bem que habitava o deserto-de-mim-mesma.Gostava muito da composição dele. Estilo. Tinha nos seus braço um dragão. Pra quem o via de longe era o mais terrível de toda a nação, mas de perto cuspia gotas de caramelo. Eu, morava na parte baixa da cidade onde havia um jardim enorme e cultivava as rosas, as mais lindas que já vi. Passava o dia observando a movimentação daquele universo. De noite ia até a parte mais alta e brincava com as estrelas. Ele, um espírito tão rico e extremamente empírico me abraçava e a cada dia nos tornávamos mais próximos. Foi aí que o dragão morreu. E, nós, soluçamos de tanto chorar...Com o passar do tempo nos curamos. Aí então eu virei ele e vice-versa. O avesso de dentro. ´Fomos companheiros durante toda a existência emblemática numa face da terra. quando esse habitat deixamos, brincávamos de esconder nas nuvens...e o céu sorria.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Pra começar bem o dia!

 

É, eu vou lhe dizer uma coisa
Acho que você vai entender
Quando eu disser o que é
Eu quero segurar sua mão
Eu quero segurar sua mão
Eu quero segurar sua mão

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Fé - licidade

A única coisa que estou sentindo: 
Frio na barriga.

Quando parece que as coisas não dão certo, você desiste de você mesmo e pensa que não há mais caminhos habitáveis com alegria.
Tudo errado.
Fé, minha gente!
Sem ela a gente não consegue ser.
Eu, depois de esquecer que eu era a personagem principal
Agora estou na primeira fila me aplaudindo de pé
Acho meu papo no mínimo interessante 
E minha beleza não se resume a nada físico
Vai além da compreensão que se quer ter
Querer não é poder
Mas o desejo que se cria 
É a fé em harmonia 

*
A sexta-feira me traz desejos tão sinceros!


quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Cor na tela

A parada obrigatória nunca existiu
Assim como o tudo e o nada

***



Pessoas caladas num canto da sala
estão observando seus próprios umbigos
Todavia
Existe um menino sorrindo
Com seu caça-borboletas
Imaginando que o campo de trigo é bom pra correr
E vendo o mundo como se fosse um sonho
Eu, que estava observando
Fui até ele e lhe dei minha alma
E, ele, com todo seu encanto,
Me sorriu.
Eu sabia que conhecia aquele semblante de algum lugar
Mas mesmo assim não consegui decifrar
Enigmático e amparador
Me deu seu caça borboletas 
E nos pusemos a correr
Naquela sala ninguém nem percebeu 
Que o encanto da vida era mais que realidade
Que quando duas almas se encontram
Calçadas de coragem e reciprocidade
Nos fazem comer nuvens do céu
O melhor manjar dos Deus
Nossas borboletas eram as mais encantadoras
E desde então nunca mais paramos de procurá-las
Caçar nossas próprias borboletas
E viver dançando com elas
Sacudindo estrelas...


segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Fuga merecida

Principalmente quando estava chacoalhando com o vento...perdi meus olhos, minha cabeça e meu coração...
*

Eu descubro o que eu posso, não vim aqui por ninguém. Humanos é o que somos. Vejo meu sorriso colorido nas águas daquele pequeno rio. Num solo de gaita ri comigo mesma. A brevidade das coisas simples e boas se faz na cabeça de todo mundo, entretanto todos preferem dar mais tempo aos detalhes obscuros. E procuram as coisas simples a todo tempo. Eu, calçada de introspecção, nesta segunda-feira me fingi de morta. Observando somente alguns movimentos dentro da minha casa. Nada pude perceber, nem queria na verdade. Pra mim é emboscada. Onde cada dia uma pessoa morre. Dois já se foram...quem é o próximo? Eu sonho sim com um lugar mais calmo, menos embaçado, pequeno, iluminado e colorido pra viver...vim aqui pra esse mundo pra ter vida, a morte quando chegar que chegue depois da felicidade.Hoje não tenho mais nada pra dividir com vcs amados leitores. Hoje preciso de paz. 
Quieta e pensante me despeço!

**

sábado, 5 de fevereiro de 2011

A arte diz o indizível; exprime o inexprimível, traduz o intraduzível.

Leonardo Da Vinci


Arte.
Uma palavra simplesmente terna.
E ela se emprega na vida de quem a traduz
Arte de viver
Arte de pensar
Arte de amar
Criatividade
Arte em movimento
Um texto
Uma pintura
Uma palavra 
Um gesto
A música

A arte é brilho
LUZ
Mesmo demonstrando tristeza ou ira tua essência
A essência da arte é a atividade
Não basta te-la só num pensamento
Ela é o teu pensamento em forma real
Uma realidade surreal
Uma sincronicidade com os deuses...

 





terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

o auto retrato...

Retrato


"Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios, nem o lábio amargo.
Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração que nem se mostra.
Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
Em que espelho ficou perdida a minha face?"

Cecília Meireles





Eu poderia ficar de quarentena
vendo cinema
e imaginando coisas que poderiam acontecer
Mas minha alma saboreou
A animada conversão
do ódio em amor
do fracasso em sucesso
e me deu de presente a cura para o tormento
daí me fiz luz a escuridão que me habitava
e comprei um violão pra aprender a fazer canções
pras minhas redações
que com um toque natural
virariam até bordões desse que tocam corações
Rima por rima
fico com a minha
pintada a mão e feita com coragem
um dia contarei minha história num livro
falarei de tudo o que aconteceu
não precisa vender pra todos
mas gostaria que aqueles alguns aprendessem também
que a vida é presente
e ela foi feita no papel mais sublime
e que todo mundo tem sorte de estar no mundo
e que situações não devem interferir na tua bela alma
que está com você e só você conhece
mas para o mundo você pode mostrá-la
mostrar o quanto você faz a diferença
daquela mais pequena palavra até o gesto mais belo
não importa o quanto sofra, o que importa é o destino dessa viagem
pode ser que só veja o que há de negro, mas
pode ser que veja o que foi misturado pra criar o negro
as cores mais belas que existem
não acredito que posso dizer
o tanto de amor que desperdicei
mas se vejo isso é porque comecei a me entender
e ver que por trás da carranca que carreguei
existe a mais bela menina
e a mais forte mulher
que um dia tive o prazer de conhecer.
Calma gente
não uso o exagero
nem a modéstia é minha amiga
mas na verdade só estou enxergando o que antes não via...