whos.amung.us

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

2.010

O tempo não acaba num ano que acaba. O tempo continua mesmo sendo um novo ano. Ano Novo. Eu quero mais. Quero aprender a me sentir...quero estar mais próxima de mim. Confeccionar atitudes presas no fundo do meu baú. Rir. Chorar. Mas de um jeito mais abstraído. Mais divertido...quero pintar o sete, o oito e o nove....trezentos? quero me devotar mais a paz...a felicidade, mergulhar na humildade, abastecer minha carga com uma alegria contagiante. Não tenho muito tempo...

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

P A Z

Em meio a tantos acontecimentos tristes desse ano, várias pessoas de passagem...tristes claro pra nós que ficamos e talvez não entendemos o propósito de Deus , enfim, há muito o que dar valor aqui. Nesta passagem. Há aquele sorriso guardado. Há aquela esperança de ser melhor. Há dedicação feita sem querer nenhum retorno. Há felicidade em ver que quem você ama está aprendendo a viver. Há tanto se da valor na matéria. Há tanto se eleva uma palavra que não queria escutar. Tantas coisas fúteis, tanta miséria valorizada, tanta matéria vangloriada. O que nos enche de alegria real é sentir a paz de espirito, a esperança de realizar sonhos, a experiencia da vida. Não estamos aqui somente pra sentar e ver tudo passar. Acho q isso sim é natal!!!

*

Feliz Natal a todas as pessoas do mundo!
Ficaria horas desejando a todos tudo o que meu coração transpira, mas palavras talvez não transmitiria tanto sentimento. Então sinto.
Que a paz reine, porque ela é a razão de estarmos aqui!
Paz e bem!

*

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

O beco é escuro e sem saída... (fato)

A escada pode cair...
O ladrão pode chegar...
O carro pode bater...
A gente pode morrer...

Eo medo pode consumir a sua vida!!

(the end)

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009


Acho q a cor q mais me define nesse momento é o roxo. Preto seria muita paz, não que não me sinta assim. O roxo exala mais sentimento. O sentimento que tenho agora é o de mudança...é o de construção. Re-construção. Talvez a felicidade que eu tanto almejo seja somente uma palavra forte. Talvez o sofrimento caia mais ajustado a forma de vida que tanto sonho. Não sonho com sofrimentos, nem tampouco com afetos estáveis. Não sonho com casamento. Não sonho com uma casa. Não sonho com dinheiro em quantidade. na verdade só espero a qualidade.Sonho com paz. Com carinho. Com amizade verdadeira. Snho com amor incondicional. Talvez o de Deus me basta. Talvez Deus tenha reservado pra mim esses caminhos por alguma coisa. Mas sinto mais do que penso. talvez não devesse ser tão sentimental mesmo. Talvez eu devesse somente viver, seria mais superficial, mas não teria todo o sabor que acho q hje minha história conta. Quando sofro não sofro pelo material. O material faz parte da minha vida somente pelo necessario...pela vaidade...pelo banal. E o banal é totalemente banal. Se a vida foi feita pra tropeçar, é certo que não me faltam tropeços. Mas tropeço com a grandeza q tenho pela honestidade, pela sinceridade, pelos afetos verdadeiros e pelo amor que não necessita de adjetivo. Se a realidade que se segue nos basta pela vida que vivemos, talvez a maioria das possibilidades estejam passando sorrateiramente pelos viés das nossas almas. Talvez esteja bem escrito nas entrelinhas. Talvez com todas essas escritas eu não queira verdadeiramente dizer isso. Talvez seja necessário mesmo sentir as entrelinhas.

Nancy
___________

Pai, onde você estiver, sei que você deve sentir o quanto te amei...e sofri com você. Talvez o poeta esteja certo quando diz que não temos a verdadeira definição do amor. Hoje acordei morrendo de saudade. Meu coração está chorando. Mas hoje também sei como é importante me tornar cada vez mais humanamente melhor pra que você também esteja bem e que sempre contarei com a tua ajuda. Pai, vc foi meu herói ...meu bandido.
Eu te amo e te amei cada dia que esteve comigo!
Esteja com Deus e cuida da gente!
Porque nós não somente estivemos, mas em cada lembrança nós também estamos com você!
Espero que quando te encontrar você sinta orgulho da minha passagem por aki.
Com amor...
Nan