whos.amung.us

quinta-feira, 29 de outubro de 2009


Posso ouvir o vento passar,
assistir à onda bater,
mas o estrago que faz
a vida é curta pra ver...
Eu pensei..
Que quando eu morrer
vou acordar para o tempo
e para o tempo parar:
Um século, um mês,
três vidas e mais
um passo pra trás?

Por que será?
... Vou pensar.

- Como pode alguém sonhar
o que é impossível saber?
- Não te dizer o que eu penso
já é pensar em dizer
e isso, eu vi,
o vento leva!
- Não sei mais
sinto que é como sonhar
que o esforço pra lembrar
é a vontade de esquecer...
E isso por que?
Diz mais!
Uh... Se a gente já não sabe mais
rir um do outro meu bem então
o que resta é chorar e talvez,
se tem que durar,
vem renascido o amor
bento de lágrimas.
Um século, três,
se as vidas atrás
são parte de nós.
E como será?
O vento vai dizer
lento o que virá,
e se chover demais,
a gente vai saber,
claro de um trovão,
se alguém depois
sorrir em paz.
Só de encontrar... Ah!!!


Los Hermanos


A filha.
O namorado.
Os amigos

O velho Rock´n roll.
Uma dança com a cabeça.
Ouvir Leão do Norte.

Uma garrafa de água.
Um suco de melancia.
Um prato de alface.

Um sorisso sincero
Um papo gostoso
Um sentimento fiel

Coisas simples.
*
Pessoas mágicas.
*
Momentos inesquecíveis

sexta-feira, 23 de outubro de 2009


Se eu pudesse
comia as cores...
Falava arco-iris.
____

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Ao meu amigo que foi pro céu!

Na tua lembrança, meu amigo me peguei esses dias.
Um amigo que se foi...uma dor tão intensa...
Você, que um dia chorou ao me ver falar da morte,
Logo depois não cumpria tua vida talvez pudesse ser uma longa jornada.
Noutros dias de tristeza, com desejos mórbidos, me lembrei assim da tua decisão
Que tomou assim sem se perguntar se eu, ele ou ela sentiriam falta
Uma decisão tão feroz e cruel.
Mas hoje minha certeza é que estás num céu.
Num céu enfeitado e tens a atenção que deveriam ter recebido aqui.
Você foi fraco, mas Ele sabe qual destino está traçado.
E aqui deixou saudades imensas e com tua carência despertou amizades eternas
Se Deus me puder conceder esse desejo, queria muito te encontrar aí em cima
Com teus olhos verdes, tua cara amarrada, e o barulho da tua moto
Que não esqueço por nada!

__________

A ti meu amigo te dedico estas palavras. Manoel foi pro céu!!!
Na minha lembrança sempre ficará...e o tempo só passa a mão na nossa cabeça, mas da memória nunca tirará. Já se passaram 11 anos e parece q tua risada ainda está sonora no meu coração!
___

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

segunda-feira, 19 de outubro de 2009




Eu pairava no ar, e olhava a cidade
Passando veloz lá embaixo de mim.
Eram dez milhões de mentes,
Dez milhões de inconscientes,
Se misturam... viram entes...
Os quais conduzem as gentes
Como se fossem correntes
Dum rio que não tem fim.

Lenine

I

Eu: Gá, o que você quer ser quando crescer?

Ela: Ah, mãe eu quero ser você!

Depois quero ser médica, professora, cabelereira, cuidadora...

Eu: Cuidadora????

Ela: É, mãe. Pra quando você tiver velhinha...eu cuido de você...

[liiinda]


Eu: Gá...eu sou feia né?

Ela: Se você fosse feia não seria minha mãe...

(risos sonoros)


II

Quando ganhei de presente essa menina, minha vida mudou. Não como vocês devem estar pensando. Claro a rotina, muda. Tudo muda. Hoje há mais vontade de vencer. Há mais vontade de se doar. Como uma mola propulsora...Talvez seja inexplicável.


III

Daí vejo como a vida é mesmo um milagre. Fico vendo minha filha crescer. E é tão bonito pensar que há valores que já são cultivados por ela. Não porque eu ensinei. Sim, já ensinei muita coisa. Mas talvez alguns sentimentos venham conosco desde a concepção.


IV

Tenho certeza que seremos amigas. Já somos. Inseparáveis. Claro, que vou trabalhar, ela vai pra escola. E a vida vai seguindo...Eu fico preocupada com o tempo que a gente não passa juntas. Mas inseparáveis que eu digo é em relação a nossas almas. Há um encanto muito grande entre nós duas e nos admiramos mutuamente. Mas não é só isso. Nossos defeitos às vezes nos colocam em situações adversas. E isso é o que faz a diferença. Tudo compartilhado. Defeitos. Defeitos. Tantos. E qualidades. Nobres.

______________

É muito bom ser tua mãe!

_____________________________________________________________

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Negócio de ocasião


Sabe, planejamentos a longo prazo não me fazem bem...descobri isso a pouco tempo. Na faculdade tinha uma matéria de planejamento de marketing. Até que achava bem interessante. Tanto é que desenvolvi um plano de marketing para o turismo da Ilha do Mel e ficou dinamicamente viável. E daí penso que planejamento que as vezes faço é um tanto fantasioso. Rs. Talvez não seja o planejamento em si que me deixa aborrecida, mas o resultado. Planejar é tão bom quanto sonhar. Você sonha, planeja, você espera que seu planejamento venha atrativamente ligado a um resultado exuberante, mas a prática talvez não tenha a dinâmica da teoria. Ou talvez a teoria seja intempestivamente fantasiada. Sonhada. Daí você imagina...isso tudo a longo prazo. Acho q planejar a vida lá da frente é ilusão. Para business pode até dar mesmo certo.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

"A cruz sagrada seja minha luz,
Não seja o dragão meu guia, retira-te satanás
nunca me aconselhe coisas vãs
é o mal o que tu me ofereces
bebe tu mesmo os teus venenos"

O umbigo do mundo

Há tantos segredos sem valor
Há tantos desejos secretos
Há tantos momentos raros
Há tanta raridade no amor

Se um dia quisesse te mostraria meu armário
Talvez até o meu interior
O interior de um palácio que habita o amor

O amor é para poucos
Talvez pra quem não procura recompensa
Ou então pra quem o sentimento é o que faz a diferença.

terça-feira, 6 de outubro de 2009


Gostei dessa idéia. De me esconder um pouco. [atual]

Do passado guarda-se muitas dúvidas. [Dói]

Do futuro quero fazer diferente. Quero escrever. [ele]

Palavras encantadas em forma de magia. [branca]

Atos simulados a tua sincronia. [cosmo]

Idéias tão charmosas quanto ao sentimento [nosso]

O mal deve ser um aliado. [bom]

Meu bem é você. [riqueza]

"Tanto choro e pranto
A vida dando na cara
Não ofereço a face nem sorriso amarelo
Dentro do meu peito uma vontade bigorna
Um desejo martelo..."

Lenine