whos.amung.us

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

I

Eu: Gá, o que você quer ser quando crescer?

Ela: Ah, mãe eu quero ser você!

Depois quero ser médica, professora, cabelereira, cuidadora...

Eu: Cuidadora????

Ela: É, mãe. Pra quando você tiver velhinha...eu cuido de você...

[liiinda]


Eu: Gá...eu sou feia né?

Ela: Se você fosse feia não seria minha mãe...

(risos sonoros)


II

Quando ganhei de presente essa menina, minha vida mudou. Não como vocês devem estar pensando. Claro a rotina, muda. Tudo muda. Hoje há mais vontade de vencer. Há mais vontade de se doar. Como uma mola propulsora...Talvez seja inexplicável.


III

Daí vejo como a vida é mesmo um milagre. Fico vendo minha filha crescer. E é tão bonito pensar que há valores que já são cultivados por ela. Não porque eu ensinei. Sim, já ensinei muita coisa. Mas talvez alguns sentimentos venham conosco desde a concepção.


IV

Tenho certeza que seremos amigas. Já somos. Inseparáveis. Claro, que vou trabalhar, ela vai pra escola. E a vida vai seguindo...Eu fico preocupada com o tempo que a gente não passa juntas. Mas inseparáveis que eu digo é em relação a nossas almas. Há um encanto muito grande entre nós duas e nos admiramos mutuamente. Mas não é só isso. Nossos defeitos às vezes nos colocam em situações adversas. E isso é o que faz a diferença. Tudo compartilhado. Defeitos. Defeitos. Tantos. E qualidades. Nobres.

______________

É muito bom ser tua mãe!

_____________________________________________________________

Nenhum comentário: