whos.amung.us

segunda-feira, 22 de março de 2010

Sincronicidade

Perto de um tempo que se move ao precipício
O precípicio é um lugar abençoado
O que se reúne ali são idéias boas
Essas boas idéias não se resumem somente a demarcação feita
Pois para a liberdade esta demarcação não existe
Existe sim a criatividade
E a liberdade inspiradora se faz presente num modelo de alquimia

Quase não!
Não existe quase quando o sentimento é verdadeiro
Não existem hipóteses
Nem teorias

A medida em que o sol está se pondo
Raia aqui dentro o meu perdão
Me perdoo, do fundo da alma, ó coração
E partir daí não existe mais do que se culpar, perdoar

Excito me por um momento...o gosto do mel
O mel que cai nos meu lábios
E me faz lembrar dakela cena
Eu e a minha história transcendental
Me amo assim
Cheia de labirintos
Cheia de alma
Cheia de dúvidas e paradigmas
Me sinto plena
E amo cada qual com um amor inquestionável.
A força desse mundo que me deu tudo isso de presente
E me faz sentir-me mais do que só privilegiada
Mostra que pertenço a uma engrenagem
Com encaixes perfeitos

E olhando a criatura que dei a luz
E olhando você que me tem feito tão feliz
Me sinto a honestidade que brilha dentro de mim
E pareço raiar como o sol

Ah...de tudo um gosto do mel
O mais doce que existir nessas profundezas.

2 comentários:

Taddeu Vargas disse...

Curou bem a ressaca hein? Para produzir com essa intensidade de sentimentos na forma textualizada, tem que estar sob efeito de alquimia celeste, gerada por mestres de luz.
Parabéns! Adorei! Um beijo e uma semana sem ressaca e com muita sincronicidade!

Nancy disse...

Obrigada!;)