whos.amung.us

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Bárbaro


Perplexa fico quando vejo você

Com esse tom acastanhado e cinico

Com essa certeza que está fazendo tudo como prometeu

Mas com a amargura que carrega desde que se perdeu de amor.





Certeza que não ouve mais nem mesmo suas inseguranças


Fel...esse é seu sabor...



Perpétua é a dor dessa vida

Essa vida curta longa viagem

Pena não ter outra....





Perplexa fico com o sentimento

Com esse tom de deboche, de escárnio

Com toda essa falsa sobriedade

Mas tem poesia no olhar... esse olhar que me cercas




Agudas dores no peito é o fel desses versos


Mel...é o que finges ser.



Perpétua é a vida

E tudo o que fez dela

Pena não ter outra...

Nenhum comentário: